quinta-feira , 27 fevereiro 2020
Home / Notícias / Índice da violência: bairro Frei Damião lidera em número de homicídios em 2019

Índice da violência: bairro Frei Damião lidera em número de homicídios em 2019

“Bianinho” foi morto no dia 19 de janeiro no primeiro assassinato de 2019 no bairro Frei Damião e a travesti Crislaine foi a segunda pessoa assassinada ano passado no João Cabral (Reprodução/Redes sociais)
O bairro Frei Damião foi o mais violento em Juazeiro do Norte ao liderar o número de homicídios ano passado com um total de nove. É o terceiro ano consecutivo que isso ocorre com 22 assassinatos em 2017 e nove no ano seguinte. Já o João Cabral, que dividiu a liderança em 2018, foi o segundo colocado ano passado repetindo os nove homicídios do ano anterior. e mesmo ano. O bairro Frei Damião respondeu por 12,98% dos 77 homicídios de 2019 em Juazeiro e o João Cabral com 11,68%.

O Frei Damião, entre 2010 e 2017, oscilou da terceira posição (7 homicídios); quarta (6); segunda (14); sexta (8); primeira (19); quarta (8); oitava (4), a liderança em 2017 com 22 assassinatos, 2018 com nove e dez ano passado. Já o João Cabral tinha sido “campeão” em 2010 e 2011 com 11 homicídios cada, em 2012 (16), em 2013 (18), no ano de 2014 com 12 assassinatos, além de 2015 e 2016 em ambos com 14 assassinatos cada, 2017 com oito e, nos anos seguintes, nove cada.

Eis a matança em cada bairro e localidades rurais de Juazeiro em 2019, segundo levantamento exclusivo do Site Miséria: Frei Damião (10); João Cabral (09); Triângulo (05); Antonio Vieira, Pedrinhas, São José e Tiradentes (06 cada); Betolandia, Geli de Sá Barreto, José Geraldo da Cruz e Pio XII (03 cada); Campo Alegre, Carité, Centro, Monsenhor Murilo, Pirajá e Santa Tereza (02 cada).

Já os bairros Aeroporto, Franciscanos, Jardim Gonzaga, Juvêncio Santana, Lagoa Seca, Limoeiro, Planalto, Romeirão, Salesianos, Timbaúbas e Vila Fátima, além do Sítio Santa Rosa e a cadeia pública com um cada. Os únicos bairros onde não ocorreram homicídios ano passado em Juazeiro foram: Leandro Bezerra, Salgadinho, Socorro, além do Horto, Cidade Universitária, Três Marias e Novo Juazeiro (dois anos consecutivos cada) e o São Miguel por quatro anos consecutivos.

Já dos 1.141 homicídios nos últimos dez anos em Juazeiro, o João Cabral participa com 10,69% dessa matança apresentando um total de 122 assassinatos. Depois vem o Frei Damião com 107 (9,37%); Triângulo com 96 (8,41%); Santa Tereza com 72 (6,31%); Pio XII e Timbaúbas com 60 cada (5,25%); Tiradentes com 55 (4,82%); Salesianos com 52 cada (4,55%); Antonio Vieira com 41 (3,59%); Limoeiro e Pedrinhas com 34 cada (2,97%); Pirajá e São José com 33 (2,89%); Romeirão com 30 (2,62%) e com 28 homicídios em dez anos o bairro Franciscanos ou 2,45% do total.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Veja Também

Baleada pelo ex “ressuscita” de morte cerebral constatada por médicos

Foto: Reprodução/ TerraA jovem Karina Souto, de 29 anos, que foi baleada nos rosto pelo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *