quinta-feira , 16 julho 2020
Home / Destaque / Banco do Nordeste investe R$ 1,4 bilhão no Ceará no período da pandemia

Banco do Nordeste investe R$ 1,4 bilhão no Ceará no período da pandemia

Banco do Nordeste (Divulgação)
No período de 16 de março a 29 de maio deste ano, o Banco do Nordeste investiu R$ 1,4 bilhão no Ceará. O montante correspondente a 315 mil operações, beneficiando todos os setores da economia e empresas de todos os portes do Estado.

De acordo com a instituição, em termos de valores, as operações não rurais lideram as aplicações no Ceará, com total superior a R$ 1,3 bilhão, para mais de 302,5 mil operações, enquanto os financiamentos rurais superam 12,6 mil operações, equivalentes a R$ 112,4 milhões.

Com o objetivo de minimizar os impactos da pandemia de Covid-19 na economia da Região, o Banco trabalhou em ações como o lançamento da linha de crédito FNE Emergencial, com taxa fixa de 0,21% ao mês e que dispõe de recursos para capital de giro e investimento.

Uma das beneficiadas pelas linhas de crédito está a empresária Bruna Verçosa, proprietária da doceria Pedaços de Sabor, localizada na capital cearense, que optou pelo capital de giro FNE Emergencial.

“É muito bom saber que neste momento eu não estou só e posso contar com o apoio do Banco do Nordeste, por meio de um recurso em condições especiais neste tempo de emergência. O processo foi bem tranquilo e tive acesso a uma carência para começar a pagar só a partir de janeiro de 2021”, frisa.

No âmbito do Crediamigo do Banco do Nordeste, maior programa de microcrédito urbano produtivo e orientado da América do Sul, o Ceará registrou no período mais de 296,6 mil operações, somando valores de R$ 658,1 milhões.

Na Região

Na área de atuação do Banco, que abrange os nove estados do Nordeste, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, o BNB realizou, de 16 de março a 29 de maio, mais de 1 milhão de novas contratações, o que equivale a mais de R$ 7,8 bilhões investidos na Região. Destes, R$ 4,6 bilhões foram direcionados a mutuários de micro e pequeno porte, pulverizados em mais de um milhão de operações.

Os maiores valores contemplaram operações não rurais, com R$ 6,3 bilhões distribuídos em 917,4 mil contratações. As operações rurais somaram R$ 1,5 bilhão, correspondentes a 107,4 mil contratações. O o Crediamigo, por sua vez, alcançou 890,2 mil operações, no valor de R$ 2,1 bilhões contratados.

Fonte: Diário do Nordeste

Veja Também

Ceará tem 17 afastados por Covid-19, incluindo 13 atletas; no total 27 pessoas testaram positivo

Ceará realizou testes no último fim de semana (Felipe Santos/Cearasc.com)Os testes realizados pelo Ceará para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *