segunda-feira , 9 dezembro 2019
Home / Notícias / Ataques perdem força no 10º dia após 130 prisões e transferência de presos

Ataques perdem força no 10º dia após 130 prisões e transferência de presos

Perda total. As chamas destruíram cabine do motorista e o motor do caminhão (Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

Um caminhão caçamba foi alvo da ação de criminosos na madrugada deste domingo (29) no bairro Jangurussu, em Fortaleza. O Ceará chega ao 10º dia seguido de ataques coordenados por membros de uma facção criminosa. Os crimes começaram na sexta-feira (20). Após dez dias de ataques, a onda de violência perde intensidade depois que Polícia Civil prendeu 44 membros da facção na sexta-feira (27) que atuam na onda de violência. Desde o início da sequência de prisões, foram 130 prisões.

Neste domingo foi registrado apenas um ataque. No auge da violência, na terça-feira (24), fora pelo menos 27 crimes.

O proprietário do veículo destruído na madrugada deste domingo mora próximo de onde aconteceu a ação dos criminosos. Ele afirmou para o Sistema Verdes Mares que sempre estaciona o caminhão no mesmo lugar há oito anos e nunca tinha acontecido algo parecido.

“Eu tenho oito anos neste local. Sou único que continua neste local sou eu. Nunca tinha acontecido nada. Coloco ele aqui porque não tenho onde colocar”, disse o motorista.

O motorista ainda afirmou que foi um amigo que o avisou sobre o incêndio. “Foi um colega meu que disse que colocaram fogo na minha caçambinha. Quando eu cheguei estava o fogo”, disse.

Ao redor do caminhão foram encontrados vidros de garrafas que continham conteúdo inflamável e foram arremessadas no veículo.  Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada ao local para controlar as chamas. De acordo com o motorista, que tirava o sustento fazendo fretes, o estrago causou perda total.  “Foi perda total. Derreteu as partes do motor. Não aproveita nada e o prejuízo grande não compensa não ajeitar”, lamentou.

Onda de ataques

Desde a sexta passada, dia 20, foram registrados incêndios a ônibus, transportes escolares, carros particulares e de concessionárias além de prédios públicos em todas as regiões do Estado. Pelo menos 128 pessoas foram capturadas desde então. Destes, pelo menos 32 são adolescentes.

Os outros casos mais recentes ocorreram durante a madrugada deste sábado, quando criminosos atearam fogo em um galpão com três cavalos e dois caminhões dentro no bairro Parque Jardim Iracema, em Maranguape. Um dos veículos ficou completamente destruído, enquanto o outro foi parcialmente atingido.

Em nove dias de ataques no Ceará, já foram registradas, pelo menos, 101 ocorrências confirmadas pelo Sistema Verdes Mares, sendo a maioria incêndios contra ônibus, veículos particulares e prédios públicos e privados.

Até a manhã deste sábado, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) totaliza o número 128 pessoas capturadas por suposto envolvimento nas ações, entre adultos e adolescentes. Somente ontem, 44 pessoas foram detidas em uma operação da Polícia Civil do Ceará, suspeitas de participação na série de atentados. A SSPDS contabiliza 104 ataques criminosos.

Diário do Nordeste

Veja Também

Carteira de Trabalho digital já está disponível

A partir de agora os brasileiros passam a contar com a Carteira de Trabalho digital, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *