Em jogo morno, Gabriel Jesus desencanta e Brasil vence a Arábia

1

Em preparação para a Copa América de 2019, a Seleção Brasileira venceu mais um amistoso na tarde desta sexta-feira. Jogando em Riade, capital da Arábia Saudita, o time canarinho passou longe de realizar uma atuação convincente, como queria o técnico Tite, e venceu a equipe anfitriã por 2 a 0, com gols de Gabriel Jesus – que desencantou após passar a Copa do Mundo em branco – e Alex Sandro.

Tite aproveitou a ocasião para fazer alguns testes na Seleção. Começou com a linha defensiva reserva e colocou Richarlison e Arthur em campo durante o segundo tempo, além de Lucas Moura, que voltou a defender a Seleção depois de dois anos.

Após derrotar Estados Unidos (2 x 0), El Salvador (5 x 0) e Arábia Saudita (2 x 0), o Brasil enfrentará a Argentina na próxima terça-feira, às 15 horas (de Brasília), em Jidá, no seu teste mais difícil após o Mundial da Rússia. Já a Arábia Saudita duelará com o Iraque às 14h45 do mesmo dia.

O Jogo – O Brasil foi melhor no primeiro tempo, mas sofreu para furar o bloqueio saudita. Após um início morno, a Seleção chegou com perigo pela primeira vez aos dez minutos, quando Neymar concluiu cruzamento em cima do goleiro.

O camisa 10, aliás, era o que mais buscava o jogo pelo lado brasileiro. Aos 19, ele fez fila pelo meio e bateu na entrada da área, mas mandou para fora. Pouco depois, após cobrança de falta pela esquerda, Gabriel Jesus subiu livre e exigiu grande defesa de Al-Owais.

Firmes na marcação, os donos da casa chegaram algumas vezes com perigo em contra-ataques. Em um deles, Casemiro evitou o gol saudita ao travar chute dentro da área. Aos 42, Gabriel Jesus recebeu grande passe de Neymar na direita e tocou na saída do goleiro, finalmente abrindo o placar em Riade.

O Brasil voltou do intervalo com Lucas Moura no lugar do apagado Fred. Logo aos seis minutos, o atacante saiu na cara do gol após passe de Neymar, mas chutou em cima do goleiro e desperdiçou a chance de marcar em seu retorno à Seleção.

Pouco depois, Neymar arriscou de fora da área e resvalou a trave, quase ampliando a vantagem brasileira. No entanto, com erros na saída de bola, o time visitante proporcionou boas chances aos sauditas, que as desperdiçaram em função de sua ineficiência nas finalizações.

Em busca do segundo gol, Tite colocou Richarlison e Arthur nas vagas de Gabriel Jesus e Philippe Coutinho. No fim, o goleiro Al-Owais tocou a bola com a mão fora da área e foi expulso. Aos 51 minutos, após cobrança de escanteio, Alex Sandro subiu livre e, de cabeça, deu números finais à partida.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA