Homem suspeito de estuprar duas crianças é encontrado morto em delegacia

7

A Polícia Civil do Distrito Federal abriu inquérito para investigar a morte de um homem dentro de uma delegacia da Asa Norte, no Plano Piloto. Ele era suspeito de ter estuprado duas crianças e, segundo a polícia, foi preso em flagrante na última sexta-feira (29).

Os agentes encontraram o corpo, na madrugada de sábado (30), em uma cela da 5ª DP, mas a informação somente foi divulgada nesta quarta-feira (4). De acordo com a Polícia Civil, o local foi periciado logo depois que os agentes perceberam a morte.

Ainda segundo a corporação, o homem tinha 58 anos e trabalhava como mecânico. A Divisão de Comunicação informou que o suspeito foi colocado na cela masculina, mas os agentes da 5ª DP tiveram que transferi-lo para outro local, porque detentos que estavam no mesmo recinto descobriram o crime cometido pelo mecânico e começaram a ameaçá-lo.

O mecânico teria sido encaminhado para uma cela vazia e, de acordo com os policiais, permaneceu sozinho até ser encontrado enforcado com as próprias roupas”. Os próprios agentes chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou o óbito.

Outras mortes em delegacias do DF

Em agosto de 2017, um homem de 43 anos foi encontrado morto em uma cela da 27ª Delegacia de Polícia, no Recanto das Emas. O caso ocorreu um mês após um motorista da Caixa Econômica Federal ter sido achado morto na 13ª DP, em Sobradinho, em condições semelhantes.

Luís Cláudio Rodrigues foi detido em julho de 2017 por embriaguez ao volante. Neste ano, o Tribunal do Júri de Sobradinho determinou o arquivamento do processo que apurava a morte do motorista.

A decisão foi tomada menos de uma semana depois de o professor de medicina legal Jorge Paulete Vanrell ter apresentado um relatório, a pedido da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. O documento contestava as conclusões do inquérito da Corregedoria da Polícia Civil, que definiu a causa da morte de Luís Cláudio Rodrigues como suicídio.

Fonte: G1

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA