Partido de Bolsonaro veta aproximação com grupo de Danieli Machado em Santana do Cariri

7


Danieli foi cassada por unanimidade pelo TRE no último dia 17 de abril (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)

Uma manobra do presidente do PSL no Ceará, Heitor Freire, pôs fim nas aproximações da sigla junto à coligação da ex-prefeita Danieli Machado (PCdoB/PT/PP) nas eleições suplementares de 3 junho em Santana do Cariri.

O partido cujo maior expoente de votos e visibilidade é deputado federal Jair Bolsonaro irá baixar resolução e anular parcerias, alianças conjugações ou coligações com grupos “de esquerda bolivariana”, disse Heitor.

Os rumores da junção entre direita e esquerda em Santana do Cariri ganhou corpo no último domingo, dia 6 de maio, durante as tratativas da campanha que já iniciou no município. De acordo com Heitor, membros do PSL na cidade fazem parte de uma gestão antiga, e serão notificados

“Nos manteremos fiéis em nossa ideologia partidária de Direita e Conservadora,  o PSL de Jair Bolsonaro não flexibilizará essa orientação sob hipótese alguma, caso as determinações não sejam acatadas os diretórios serão passíveis de processo de intervenção”, afirmou o presidente.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA