Helena Ranaldi desabafa sobre violência doméstica

11


´Qualquer pessoa está sujeita´, disse, relembrando personagem de ´Mulheres Apaixonadas´ (Foto: Reprodução)

Helena Ranaldi relembrou a personagem que viveu na novela “Mulheres Apaixonadas”, uma das mais marcantes de sua carreira. Convidada do “Superpoderosas”, da Band, desta terça-feira (10), a atriz afirmou que um aspecto que lhe chamou a atenção na época foi o fato de o tema ser tratado por meio de uma personagem instruída.

“Gosto sempre de falar que achei interessante esse tema da violência ser abordado com uma personagem que era uma pessoa instruída, que tinha estudo, preparo, classe média. Não tem nada a ver [classe social], qualquer pessoa está sujeita a receber esse tipo de tratamento. Não só a violência física, mas a violência moral”, declarou Helena.

Na trama, ela interpretou Raquel, uma professora que foi agredida diversas vezes por seu marido, Marcos (Dan Stulbach). Helena relembrou o impacto que a trama teve na sociedade brasileira na época de sua exibição.

“A Raquel demorou muito tempo para denunciar o marido, personagem do Dan Stulbach, mas ela criou coragem e conseguiu. Acho que aí tem tudo a ver com a autoestima. A partir do momento que ela começou a gostar mais dela, e se gostar como ser humano, ela começou a ter coragem, e acho que coragem é isso. Ela teve coragem e isso foi muito importante porque influenciou muitas mulheres que vivenciavam aquela situação”.

 

ig

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA