Mais uma pessoa morre eletrocutada no Cariri ao dar carga no aparelho celular

118
Incidente aconteceu no Distrito de São Félix em Mauriti (Foto: Reprodução/Google Street View)
O agricultor Valdeci Bezerra de Melo, de 22 anos, o “Nego Dener”, que residia na Rua Manoel Roseno (Distrito de São Félix) na zona rural de Mauriti, morreu em conseqüência de uma descarga elétrica dentro de sua casa nesta terça-feira. Ele sempre viajava para Minas Gerais, a fim de trabalhar na colheita de café e tomate ou de cana de açúcar em São Paulo. Valdeci costumava dar carga no seu aparelho celular ligando-o a uma tomada da caixa de som amplificada enquanto ouvia músicas.

No momento em que foi desligar acabou eletrocutado e terminou socorrido às pressas por familiares ao Hospital São José de Mauriti, onde faleceu. Inclusive, o corpo já estava sendo velado em sua residência quando o rabecão chegou e o velório teve que ser interrompido diante da necessidade de necropsia por se tratar de uma morte violenta. Hoje pela manhã foi liberado pela Perícia Forense e o sepultamento acontecerá no final da tarde no Cemitério do próprio Distrito de São Félix.

As duas últimas vítimas de descarga elétrica no Cariri foram mulheres. No dia 4 de março, no bairro Tiradentes em Juazeiro, Janikely da Silva Santos, de 28 anos, carregava o seu celular a partir de uma extensão quando morreu eletrocutada. Quatro dias depois, na Rua São José no centro de Missão Velha, Maria de Fátima da Cruz Macedo, de 41 anos, sofreu uma descarga elétrica quando limpava um receptor de parabólica com pano úmido.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA